quinta-feira, 30 de junho de 2011

Beija-flor








Meus pensamentos são múltiplos
E por vezes me confundem
Como num bater das asas delicadas de um único beija-flor
Que ainda assim carregam parte da minha existência
E de tudo que um dia foi história em minha vida
Não decifro quando vem
Não decifro quando vão...

Fechos os olhos e me sinto
No alto de uma torre de Babel
Me aquieto tentando traduzir
As palavras dos meus próprios pensamentos

Tento dividir todos eles
Entre o começo e o fim
Para não me perder no meio
De tudo
Encontro em pequenos fragmentos parte
Alegrias e conquistas;tristezas e derrotas

Num ato de coragem lanço aquilo que se transformou em lágrimas
No deserto do esquecimento
Planto em terra fértil os pedaços de sorrisos
Imagino colher esperança
De que um dia só enxergue
O bailar e a beleza do beija-flor...

35 comentários:

  1. Que lindo *-*
    Seguindo seu blog, fofa :)

    ResponderExcluir
  2. Um belo poema.
    Uma coragem preciosa, um poema maestral.
    Vanessa querida te deixo um beijo.
    Com carinho.

    Fernanda

    ResponderExcluir
  3. adorei o texto entra na ilusão que a vida é só sonho.
    entrei seu blog no endereço da malu e fiquei curiosa pra conhecer e adorei, vou segui-la...
    seu poema é suave e delicado como os colibris, gostei muito...
    um lindo final de semana
    beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Coragem essa que poucos tem,e os que tem nem sempre preservam!
    Belíssimo poema,cheio de palavras doces!
    Beijos,Vanessa!
    Lindo fim de semana pra ti!

    ResponderExcluir
  5. Quem dera nossos olhos pudessem ver apenas a beleza em tudo. Não haveria maldades não é mesmo?

    É sempre um prazer compartilhar com você.

    beijokinhas

    Nina

    ResponderExcluir
  6. Belo poema, amiga. Adoro esse bichinho chamado beija-flor, adoro ver bailando pelo ar. Beijinhos e um ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  7. Tem selinho pra vc no meu Blog (:

    Beijoos!!

    http://pathyoliver.blogspot.com/2011/06/500-seguidores-yupiiii.html

    ResponderExcluir
  8. Na tua poesia vejo encanto.
    Uma menina-mulher que ama.
    Uma doçura misturada com saudade.
    Uma poetisa, que sabe dividir com palavras, o amor que tem para oferecer.
    Vanessa... Adoro-te.
    Beijo querida.
    Bom sábado.

    Fernanda

    ResponderExcluir
  9. Vanessa,
    Uau, que lindo. Acho que toda a essência do poema reside aqui: " Num ato de coragem lanço aquilo que se transformou em lágrimas/No deserto do esquecimento/Planto em terra fértil os pedaços de sorrisos/Imagino colher esperança/De que um dia só enxergue/O bailar e a beleza do beija-flor.."
    Sua sensibilidade e talento me encantam cad vez mais. Bjkas com muito carinho!

    ResponderExcluir
  10. É importante termos esta força para separar o que não nos faz bem. E ficarmos apenas nas belezas que nos encantam. É uma tamanha sensibilidade conseguir enxergar a essência que realmente brilha na vida ao nosso redor.

    É preciso coragem para preservar esta magia.

    Lindo poema!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  11. Vanessa.
    Obrigada amada.
    Passando para te deixar um beijinho.
    Com carinho.

    Fernanda

    ResponderExcluir
  12. Belo é a única expressão que posso dizer. Belo

    Aproveitando pra deixar um beijo.

    depois da uma passadinha lá no blog. è sempre bom ler seus cometários

    ResponderExcluir
  13. problema é que as vezes, plantando esperança, a gente acaba colhendo ilusão...

    ResponderExcluir
  14. Oii, vim lhe agradecer o carinho para comigo...
    Que Deus lhe abençõe e proteja...
    Beijos, tenha uma noite abençoada

    ResponderExcluir
  15. Lindo poema, Vanessa querida!

    colher esperanças é a melhor colheita que podemos fazer.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Obrigado pela visita la no blog
    Eu acho lindo o que escreve tmb e sempre venho aqui beber um pouco da sua fonte

    beijos alex

    ResponderExcluir
  17. Que linda Vanny.... Apaixonante.

    Oi, flor, uma segunda feira ótima pra vc...

    Bjs lindona... ♥

    ResponderExcluir
  18. "Num ato de coragem lanço aquilo que se transformou em lágrimas
    No deserto do esquecimento"

    Haja coragem e boa vontade pra isso, amiga.

    Eu lembro logo que abriu o blog, até seus poemas pareciam tímidos, hoje você se solta nas emocoes (muito mais) e tem encantado com tudo que escreve.

    ResponderExcluir
  19. Vanessa, minha flor!

    E quando entro aqui, sempre tenho a impressão de ver um beija-flor!
    Sempre maravilhoso te ler!

    Um abração meu!

    ResponderExcluir
  20. Passando para desejar uma ótima semana para vocês. Beijinhos.

    ResponderExcluir
  21. Vanessa minha linda.
    Vim te dar boa noite.
    Beijinho.

    Fernanda

    ResponderExcluir
  22. Um poema lindo e certamento o beija-flor virá um dia, só por causa de vc.

    beijos de boa noite!
    Mariz

    ResponderExcluir
  23. Em formatos mínimos você soube descrever algo tão lindo, que encheram os meus olhos... Em silêncio fico, saiu muda e flutuando do teu espaço.

    Um beijo, Querida.

    ResponderExcluir
  24. Ahh e como é bom quando finalmente conseguimos lançar ao deserto do esquecimento o que um dia foi lágrima. O coração fica leve e se enche de esperança, é assim que me sinto!

    Muito doce seu poema, como sempre!
    Adoro este espaço...

    Fico feliz que tenha gostado do Projeto, costumo dizer que ele salvou minha vida, resgatou minha essência do fundo do poço.
    Doar sorrisos não me enobrece, mas com certeza me enriquece, porque eu saio de lá cheia de brilhos que aqueles olhinhos pequeninos me devolvem, isso é maravilhoso.
    Me divirto tanto que nem me sinto voluntária ou doadora, me sinto em casa ^^
    É o que faço de melhor na vida, ser palhaça.

    Um grande Beijo queridona!

    ResponderExcluir
  25. Vanessa,
    Passo novamente pra te deixar um beijinho e te agradecer pelos carinhosos e sempre pertinentes comentários que vc deixa lá no Amadeirado. Você é uma querida, te gosto muito. Bjkas mil!!!!

    ResponderExcluir
  26. Vanessa,

    Poesia leve com uma sensibilidade
    a flor da pele ...
    Que venham os beija-flores e que as esperanças se renovem a cada dia.

    Bjo Grande.

    ResponderExcluir
  27. Vaneessa! *-*

    Minha flor!

    Passando para deixar meu cheiro!
    E me perfumar sempre com os beija-flores daqui.

    Bjs

    ResponderExcluir
  28. tudo tão rápido... como as batidas das asas de um beija-flor.


    lindo.
    bjsmeus

    ResponderExcluir
  29. Sou tantas que me perco, diversas vezes em mim ...

    Pensamentos multiplos? Isso é a minha matéria prima

    Beijos Van!
    Se cuida

    ResponderExcluir
  30. Teus pensamentos te levam nas asas do beija-flor, querida! E essa viagem pode trazer lágrimas, mas, com certeza, deve tb ofertar sorrisos e risos para teu ser.
    O Construtora de Palavras fez aniversário ontem e tem mensagem e presente aos amigos.
    Bjo, amiga.

    ResponderExcluir
  31. Van, querida!

    Obrigada pela visita ao meu blog... Fico sempre muito feliz quando você passa por lá, de verdade!!

    Seus poemas também são lindos e merecem todas as reverências! Esse, em especial, está divino!

    Um beijo grande!

    ResponderExcluir
  32. Vim te deixar um beijinho, xará

    tenha um lindo dia!

    ResponderExcluir
  33. Um grande beijo de bom dia,

    Mariz

    ResponderExcluir
  34. Lindo poema Vanessa!.. Não tentar decifrar os sentimentos, apenas senti-los e vivencia-los em sua plenitude.

    Obrigada por sua visita.. volte sempre que desejar!

    Um beijo grande em seu coração..
    Verinha

    ResponderExcluir

Queridos...Bom demais ter vocês aqui.Iluminam ,enriquecem e aquecem meu coração.