sexta-feira, 3 de junho de 2011

Para onde vou...





Minha razão ouviu dizer que toda mudança gera insegurança.
Foi então que meu coração soprou em meus ouvidos que toda a mudança pode gerar esperança.
Pois quando o velho se torna vazio o que tenho pela frente é busca.
E o que busco responde pelo nome de alegria,de desafio e de novas conquistas.
Acontece que em muitas vezes não enxergo e nem sou capaz de sentir.
São milímetros que avanço todos os dias e somente no final descubro, que esses mesmos milímetros são capazes de se transformar em quilometros...
Difícil olhar para dentro e notar meus próprios passos.
No entanto, percebo os meus pés cansados e quando olho para trás vejo que meu caminho foi longo.
Então misturo uma pontinha de orgulho com um bocado de fé.
Orgulho por ter chegado tão longe e fé por acreditar que posso ir muito mais além.
E mesmo sem entender,mesmo sem conhecer, fecho meus olhos coloridos e sinto.
Sei o que me espera ,mesmo sem saber para onde vou...

18 comentários:

  1. toda mudança é um recomeço, isso pode nos dar medo e insegurança, mas sempre renova!

    ResponderExcluir
  2. Temos mesmo essa tendência de temer o desconhecido, é normal...
    Mas arriscar e atravessar os infinitos oceanos da mudança é necessário a todos nós...

    "Há um tempo em que é preciso
    abandonar as roupas usadas,
    que já tem a forma do nosso corpo,
    e esquecer os nossos caminhos,
    que nos levam sempre
    aos mesmos lugares.

    É o tempo da travessia:
    e, se não ousarmos fazê-la,
    teremos ficado, para sempre,
    à margem de nós mesmos."

    Fernando Pessoa

    Um beijo bem grande!

    ResponderExcluir
  3. Para onde vou...
    Eu vou para o Céuuuuuuu! :)

    Ai, tá sumida mesmo.

    Eu estive ultimamente com sérios problemas de saudade viu moça! rsrsrs

    Problemas com o blogger? :S
    O que hoouve?

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Uau!! Que lindo.
    Costumo dizer que os pés vão onde os olhos alcançam.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  5. Vou parafrasear Caio F.

    Esta no caminho certo, então lhe desejo toda sorte do mundo!

    Beijão
    ótimo findi.

    ResponderExcluir
  6. Hum, que texto mais lindo. O coração sempre mostra o caminho certo, pois a esperança vive nele, nos alimentando de força para não desistir. Adorei. Beijinhos e um ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  7. Tudo o que você é, e quer, é criado em tua imaginação.
    Imagine-se,leia-se, seja tua própria criação!
    Penso, que sempre sabemos o que fazer.
    Adorei ler, texto pleno de inspiração.
    Obrigado.
    Beijo no coração.

    ResponderExcluir
  8. Vanessa, querida!

    Seus textos continuam sempre lindos... e intensos!

    Não consegui acessar o endereço do Wordpress, uma pena!! Tentarei de novo depois...

    Mil beijos!

    ResponderExcluir
  9. Texto intenso e lindo esse seu... Meus parabéns por ter criado um espaço com tantas lindas palavras!

    ResponderExcluir
  10. Essa (in)certeza que vem do coração é o caminho para as mais belas das descobertas.

    ResponderExcluir
  11. Belissima reflexão. Recomeços sempre trazem dúvidas. Mas devemos ir com garra e determinação. A vida assim como um rio se renova. Um ótimo fim de semana. Bjs da Joii.

    ResponderExcluir
  12. Se pararmos poderemos sentir esta certeza. O dia vai chegar. A noite vai vir. O dia vai raiar. E tudo trará o amor como tanto queremos.

    Lindo!


    ps: Vanessa, obrigado pela linda visita no meu blog. Tuas palavras foram muito importantes para mim lá. Espero de coração que me visite mais vezes. Aqui voltarei. Um beijo!

    ResponderExcluir
  13. Vanessa,
    saudades de vc tbm!!
    aah, blog e seus problemas, to até me acostumando com eles,rs.
    mas o importante é que vc reapareceu!

    Beijooos

    ResponderExcluir
  14. Vanessa,
    Lindo o teu pensar, o trocadilho que fizeste com tamanha clareza...
    Sim a insegurança é um particular cabível a todos, mas uma vez embutido dentro de nós o alimento esperança, tantos caminhos avançamos aventurados de harmonia ibterior e determinação benfazeja...

    Lindo texto querida

    Boa semana pra ti

    Bjs

    Livinha

    ResponderExcluir
  15. Tem selinho pra vc no meu Blog (:

    Beijoos!!

    http://pathyoliver.blogspot.com/2011/06/selinho-comemorativo-400-seguidores.html

    ResponderExcluir
  16. Vanessa
    Não sei de nada, só sei que penso igualzinho ao que vc escreveu. Muito talento, Vanessa, belíssimo texto, super consistente, intenso, enfim, acho que tudo o que eu precisava ler reunido num poema só. E como flui esse texto, gostoso de ler.
    Fiquei feliz de vc ter aparecido lá no Amadeirado, estava com saudades. Bjkas com muito carinho!

    ResponderExcluir
  17. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog ponto final. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs


    Narroterapia:
    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.

    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.
    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Queridos...Bom demais ter vocês aqui.Iluminam ,enriquecem e aquecem meu coração.