sábado, 26 de janeiro de 2013

Daquilo que não esqueço.






No silêncio as palavras se desdobram.
Palavras não ditas que dançam em meu pensamento
Toda vez que fechos os olhos e vejo você.
Toda vez que ao abri-los vejo que não está ao meu lado.

Como cansa parecer forte e indiferente a tua ausência
Minhas forças se esvaem junto as lágrimas que insistem salgar meus lábios...

E mergulho nessas águas
Para lavar a minha alma
Minha alma impregnada de você
Que não me deixa esquecer
Sou sua,ainda sou sua...

                                                            Vanessa Cony
*********************************************************************************

São muitas as histórias que inspiram...Mas é sempre o amor que toca minhas mãos.

Um comentário:

  1. e existe algo tão renovador quanto a um banho de cachoeira? é um lavar a alma danado de bom.

    ResponderExcluir

Queridos...Bom demais ter vocês aqui.Iluminam ,enriquecem e aquecem meu coração.