quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Aqui.

Verdade seja dita,depois que comecei a passar  por aqui meu coração ficou mais leve.Me lembro da época em que meninas escreviam diários.O mundo mudou mais sem dúvida alguma a essência permaneceu .Coloco aqui parte do que sinto e do que vejo.Personagens de uma vida que tem muito de mim.Nem sempre posso me colocar tão explicitamente,mas ainda assim desafogo aqui dentro...
Minha linguagem não costuma ser tão ¨poética¨,mas de verdade ,não me preocupo com isso.Prefiro uma linguagem simples,assim como eu.
Faço daqui um desabafo,maneira de falar silenciosamente...
Meu coração é cheio,meus pensamentos são múltiplos e meus dias tão corridos que aqui encontro um pouquinho do que sinto.
Descobri aqui novos pensamentos,novas reflexões e assim um meio de crescer também .
Aqui então se tornou um lugar especial.

7 comentários:

  1. eu nao tive diario...
    não sou menina..
    mas sei como é importante [às vezes]
    "conversar sozinho", e aqui [nos blogs] isso é fácil, a coisa flui e a gente realmente fica mais leve...
    afinal, nem sempre se quer um conselho... apenas extrair algumas coisas da mente!
    "Ser feliz... é fácil!"
    http://blogporenquanto.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. .

    Ela me deixou de boca aberta e
    no céu de minha boca viu as
    estrelas grafitar seu nome.
    Venha ao céu da minha boca e
    eu irei à sua alma através do
    colorido arco-íris dos seus
    olhos...

    silvioafonso




    .

    ResponderExcluir
  3. Silvio,que lindo!!!
    Suas palavras tocaram meu coração.
    Beijo grande,meu querido poeta!

    ResponderExcluir
  4. Olá.

    Muito bom.
    Certas vezes quando escrevemos, conseguimos por para fora coisas que muitas vezes não conseguimos dizer para nós mesmos.
    É claro que não dá para escrever e contar tudo o que nos acontece... tem coisas que são só nossas e que devemos conservar, mas também há coisas que podemos dividir, compartilhar.
    Lembro que antigamente as meninas mantinham diários... haviam também aqueles cadernos de perguntas com perguntas sobre tudo... eram maneiras das pessoas se conhecerem (tá mas nem todas as respostas eram sinceras... sempre havia a pergunta: "Você é virgem?" e quando respondiam, diziam assim: "Sou Touro". Rsssss).
    Parabéns pelo seu texto... pois muitas pessoas podem achar um alento em tuas escritas... podem se identificar e pensarem "não estou sozinho".
    Boa tarde.

    ;D

    ResponderExcluir
  5. Eu também prefiro as palavras nao rebuscadas, como eu.
    O gostoso na blogosfera é que todos falamos a mesma linguagem, da dor, da alegria, mas com rituais diferentes, e um vai agregando ao outro o que aprendeu.

    ResponderExcluir
  6. Realmente a essência permanece...
    Eu que nunca tive diários, hoje me expresso tanto pelo meu cantinho, também... E ele me ajudou em momentos que eu nem podia me expressar de outra maneira. É mágico e reconfortante!

    Gosto de visitar outros cantinhos justamente por isso, pra sentir essa interação com o outro, aproximar sem "tocar no sagrado de cada um" como disse Martha Medeiros.
    Acho gostoso, é uma forma de termos acesso ao que querem que tenhamos acesso, uma troca de experiências em palavras enfeitadas ou não, despidas ou não...
    Também estou sendo muito feliz nessa experiência!

    Peço desculpas pela ausência, agora com a faculdade tem sido um pouco difícil de parar para visitar todos, mas assim que pintar uma brecha, apareço! XD

    Beijos no coração!

    Aline

    ResponderExcluir
  7. Vanessa,
    Concordo com vc , um pouco da essencia permanece, é gostoso escrever e ver que o que sentimos, o que gostamos toca outras pessoas e quantos amigos queridos vamos conhecendo na blogosfera.
    Bjs
    Marilac

    ResponderExcluir

Queridos...Bom demais ter vocês aqui.Iluminam ,enriquecem e aquecem meu coração.