quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Borboletas





Vanessa Brazilienses,espécie de borboleta.Meu nome não vem da borboleta,a escolha ,não sei ao certo como foi,mas não é à toa que tenho uma tatuada em minhas costas.Presente de Amor...
Dia desses após escrever um post,tive a alegria de receber um comentário que me fez refletir( diga-se de passagem,adoro seus comentários) - ¨borboletas sempre voltam¨.

Borboletas são lindas.Seres iluminados e coloridos,capazes de trazer felicidade junto com seu encontro.Acredito até na sua sensibilidade.Buscam belos jardins,belas paisagens e num momento de intensa alegria pousam...
A liberdade as trazem de volta e como disse a Aline- Obsoleta:¨borboletas sempre voltam.¨
Eu quero é mais,sabe?Quero proporcionar liberdade,quero viver essa liberdade.Voar com minhas asas coloridas,encontrar outras borboletas.Quero muitas borboletas!
Mas quero também ser jardim.Jardim com belas flores,com ar puro.Quero ser um jardim confortável e seguro.

Acredito no sentimento e na importância de sua origem .Fator determinante para que tudo ocorra exatamente como sonhamos e merecemos.
Belos jardins,belas borboletas!É o que quero para mim...

7 comentários:

  1. muitas pessoas querem... tu tem uma luz especial, deve aproveita-la pra buscar isso que queres.
    enquanto isso, me delicio com teus textos e vou decidindo que rumo eu tomo!

    um beijo, Nah.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, isso é realmente lindo!!! Estou passeando nesse teu jardim floridíssimo!

    ^_^•

    Um beijo carinhoso, linda ♥

    ResponderExcluir
  3. Eu me borboletizei, e não fui fácil desencasular.

    ResponderExcluir
  4. Que lindo, Vanessa!
    Eu admiro as borboletas por sua perseverança, sua superação...
    São exemplos, desde a infância, que temos de que tudo se transforma, tudo se renova, basta ter a força de fazer acontecer, a paciência de esperar o momento certo e não desistir...
    De larva feia e asquerosa à borboleta linda e colorida, é uma ascendência que inspira até o mais frio dos seres. E pensar que elas vivem tão pouco... Mas ainda assim a recompensa é enorme, voar!

    Quantas metáforas podemos fazer delas? Talvez se lembrássemos desse exemplo tão simples da vida, teríamos mais coragem de enfrentá-la em certos momentos.

    Somos jardins e somos borboletas, encontramos abrigo em outros jardins e somos também abrigo de tantas borboletas...
    Polinizamos e somos polinizados, nessa eterna troca mútua. Somos responsáveis pelo que doamos e cativamos. Por isso falei da música, borboletas sempre voltam... Voltam sempre pra um jardim repleto de flores belas e coloridas, semeado com amor.

    O que me fez lembrar de uma citação do querido Mário Quintana: "O segredo não é correr atrás das borboletas, é cuidar do seu jardim para que elas venham até você."

    Adoro seus posts e também suas visitas.
    É com muito gosto que deixo sempre minha marquinha aqui embaixo (marCONA né)! Muito grata pela menção no seu texto, adorei o carinho! x}

    Beijo no coração!

    Aline.

    ResponderExcluir
  5. NOSSA ficou mesmo enorme! Eu me descontrolo iahaiuiuaiha! Vergonha.

    ResponderExcluir
  6. Muito belo e gostoso! Voltarei sempre!

    Bjs
    Isaias

    ResponderExcluir
  7. Também amo borboletas,pela beleza,pela liberdade,pela leveza,consigo imaginar uma Vanessa Braziliense voando e pousando nesse meu imaginário jardim,posso ate vislumbrar uma pequena borboletinha que um dia irá me fazer muito feliz!!!!!!!Te amo filha . Nays.

    ResponderExcluir

Queridos...Bom demais ter vocês aqui.Iluminam ,enriquecem e aquecem meu coração.